Outubro Rosa: um lembrete de que precisamos falar mais sobre o câncer!

Todo mundo tem medo. Medo de assalto, medo de ver o time do coração perder de lavada no final do campeonato, medo de avião, medo de agulha, medo de altura, medo de escuro. Em termos de evolução, o medo é fundamental. É ele que nos deixa em estado de alerta e, quando nos preparamos para uma situação de perigo, magicamente ficamos mais ágeis e fortes. Sentir medo não é, portanto, qualquer demérito. Ainda que não seja a melhor das sensações, o medo nos faz ir contra aquilo que nos coloca em perigo.

O que ninguém te conta sobre ter depressão e ansiedade ao mesmo tempo

 A ansiedade e a depressão afetam cada pessoa de uma forma diferente — apesar disso, lidar com as duas ao mesmo tempo é extremamente comum. Quase metade das pessoas diagnosticadas com depressão também são diagnosticadas com um transtorno de ansiedade.
Embora essa lista represente apenas uma experiência, esperamos que você encontre conforto em saber que outras pessoas podem estar passando pelo mesmo que você.

Como problemas emocionais se transformam em doenças?

A ideia de que fenômenos emocionais levam a alterações físicas é antiga. Em 1628, o anatomista inglês William Harvey (1578-1657) observou que todo mal-estar sentido na mente era direcionado para o coração. Hoje se sabe que o inconsciente interpreta e responde ao que chega ao cérebro por meio das terminações nervosas do corpo. É o que acontece quando levamos um susto, por exemplo.

Entenda como funciona o reembolso no plano de saúde

Hoje em dia, contar com o respaldo de um bom plano de saúde é considerado um fator essencial para a tranquilidade, a saúde e até a produtividade dos brasileiros.

Seja para o acompanhamento de rotina ou para atendimentos emergenciais, os convênios oferecem atendimento médico de qualidade aos seus associados e familiares, contribuindo para o bem-estar e para a qualidade de vida dessas pessoas.

O que causa a depressão?

O que causa depressão?

Causas da Depressão
Alguns tipos de depressão ocorrem em membros da mesma família, sugerindo que uma vulnerabilidade biológica pode ser herdada. O transtorno depressivo está mesmo relacionado a genética ou a outros fatores envolvidos na depressão?   <Continuar lendo>

 

Como diferenciar estresse, depressão e ansiedade

A cada dia, escutamos essas três palavras com mais frequência. De fato, hoje em dia esses são os três transtornos psicológicos mais habituais. O estresse, a depressão e a ansiedade podem manifestar-se separadamente ou em conjunto. Por isso, é imprescindível conhecer os sintomas de cada um desses problemas que, felizmente, têm solução.

Esgotamento psicológico: quando a última gota enche o copo

O esgotamento psicológico nos enfraquece física e mentalmente. É uma dimensão que surge como resultado dos “muitos”: muitas decisões, muitos pensamentos invasivos, muito trabalho, muitas obrigações, muitas interrupções, muita ansiedade… Ao mesmo tempo, também é reflexo de muitos “poucos”: pouco tempo de qualidade para si mesmo, poucas horas de sono, pouca paz interior.